O projeto realizou a restauração da área tombada e a alteração de área construída não tombada do prédio da Casa das Artes de Novo Hamburgo – Semec II. Nesse local histórico, foi fundada a primeira Escola de Belas Artes que posteriormente deu origem à primeira faculdade de Novo Hamburgo – a Faculdade de Belas Artes, hoje Feevale. O imóvel, de acessibilidade universal, abriga atualmente uma grande sala de exposições e um auditório multiuso, além dos setores administrativos, de uso comum, e uma cafeteria. A restauração cumpriu o papel de resgatar e qualificar este espaço, que é uma das referências na memória cultural da cidade. A elaboração do projeto foi fruto de uma parceria das empresas coprodutoras, Cida Cultural (à época, Cida Planejamento Cultural) e Lahtu Sensu Administração Cultural, com a Prefeitura de Novo Hamburgo.

 

Planejamento e Gestão: Lahtu Sensu Administração Cultural e Cida Cultural
Projeto do Restauro: Arq. Hannelore Roeben Tessmer (Prefeitura Municipal de Novo Hamburgo)
Execução das Obras: Arquium Construções e Restauro Ltda. e Edegar Bittencourt da Luz
Apoio: Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (IPHAE/RS)
Realização: Prefeitura Municipal de Novo Hamburgo
Patrocínio: AES Sul
Financiamento: Pró-cultura RS LIC – Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do RS

Fotos: Rafael Petry e Fernando Ochôa