Sem encontrar seu público desde março de 2020 por causa da pandemia de Covid-19, Vitor Ramil volta ao palco do Theatro São Pedro nos dias 4 e 5 de junho, para lançar o novo trabalho, Avenida Angélica.

O espetáculo multimídia foi gravado em áudio e vídeo em agosto de 2021, sem público presente, no canteiro das obras de restauro do histórico Theatro Sete de Abril, em Pelotas, o terceiro mais antigo do Brasil.

Inteiramente dedicado à poesia de Angélica Freitas, Avenida Angélica tem 17 canções criadas por Vitor para poemas de sua conterrânea publicados originalmente nos livros Rilke Shake e Um útero é do tamanho de um punho, mais a leitura do poema Ítaca pela própria poeta em vídeo gravado em Berlim, onde vive.

Vitor Ramil apresenta-se em formato solo, voz e violões de cordas de aço, em ambientação visual criada por Isabel Ramil, na qual iluminação, cenário e vídeos são uma espécie de segunda leitura não literal do poemas.

whatsapp

Fale com a gente no WhatsApp